Seguidores

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Omraam Mikhaël Aïvanhov

"Impor-se aos outros, dar ordens: os seres humanos fazem isso
espontaneamente. Mas quando um desejo se manifesta neles, e os aperta como
uma serpente, eles se colocam à sua disposição e capitulam sem opor
resistência. Analisem-se e verão que é justamente assim que acontece, até
com vocês.
Os seres humanos são capazes de dar ordens aos outros, mas incapazes de
dá-las para si mesmos para restabelecer a situação. Ora, o trabalho do
discípulo é justamente tomar consciência do seu ser interior para nele
restabelecer a ordem, para reencontrar a realeza perdida por causa dos seus
desejos inferiores e das suas paixões. Todos os trabalhos que ele pode
realizar em outras áreas empalidecem-se diante da importância de um único
trabalho: colocar-se em harmonia com o Cosmos e instaurar essa harmonia no
próprio reino, impondo-se ao seu povo: suas próprias células. Ele diz para
elas: «Vocês farão a apenas a minha vontade!», e as células são obrigadas a
se submeter, pois ele impõe-se a elas não em virtude da sua autoridade
pessoal, mas pela sua obediência às leis divinas. É assim que ele reencontra
a sua realeza."

Nenhum comentário:

Postar um comentário