Seguidores

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Qual o seu Animal de Poder?


É importante frisar que somos muito mais que aquilo que é visto pelos olhos do homem comum. Estamos ligados por uma grande teia através da qual nos comunicamos com seres mais longínquos como se fôssemos os mais íntimos dos amigos.

A exemplo das baleias que se comunicam a quilômetros de distância, os homens possuímos o dom da telepatia, tão fenomênico para alguns, porém tão normal para outros,...

A comunicação é a ferramenta mais eficaz para o encontro do homem consigo mesmo, com o outro e com o universo.

Lamentamos o fato de o homem encontrar-se tão distante de seu Ser. De estar tão aferrado ao cotidiano que se esquece de sua natureza mais intríseca.
O que diríamos dos chamados animais de poder? Seres sagrados, divinos que nos acompanham e nos assistem e auxiliam quando são evocados para fins específicos,...

Desde a Sibéria e a Mongólia, passando pela América do norte até o sul da América, sempre existiram os grandes Xamãs, irmãos sagrados destinados a comunicar-se com as diversas manifestações da natureza, afim de reunir em torno do homem as propriedades sagradas do Grande Espírito, fazendo-o reencontrar-se consigo mesmo, com seus ancestrais e com a Grande Mãe geradora, nutridora e mantenedora da vida.

Reconhecer nossa natureza e saber falar com os animais e as plantas sempre foi possível e praticado por aqueles que resolveram não perder sua natureza em detrimento da materialidade e o afastamento das coisas sagradas.

Como posso saber qual o animal que me acompanha? Ainda que o mesmo não intervenha em nosso destino, pois os elementais que regem estes seres respeitam a liberdade de cada ser, assim como estão perfeitamente integrados às Leis de do universo, o que lamentavelmente não é visto entre os humanos, eles nos assistem se os evocamos.

A maneira mais prática de se conhecer este animal e de comunicar-se com o mesmo é chamando por ele prá que se manifeste ou dê algum sinal de sua presença que pode dar-se espiritualmente, através de sonhos ou visões, ou até mesmo de uma incorporação, ou fisicamente.

Os animais e todas as espécies que habitam nosso planeta são bem mais sensitivos que os humanos, pois não estão presos aos afazeres do dia-dia. Não estão ocupados com o ontem ou o amanhã, mas com o agora.

Viver o agora é a chave da conexão. Por isso o evocador, a exemplo dos lobos, deve estar bem concentrado, em sua atividade, como o jaguar em sua caça. Deve, a exemplo do gato, estar desligado daquilo que não tem a ver com o objetivo em mente e estar integrado como os golfinhos.  Deve voar intrepidamente como a gaivota e buscar enxergar profundamente como a águia.

Neste momento de evocação deve também ir de encontro à natureza do animal evocado, conforme o sente, incorporando suas características, permitindo-se a troca, a comunhão,...

Somente conectados com a natureza conseguiremos entender suas diversas linguagens de maneira sábia e inteligente e alcançaremos o pulsar de todas as coisas,...

Grite por seu animal, por seu companheiro! Ele virá até vós como um amigo solícito e desinteressado, desejoso de ajudar naquilo que mais precisas.

O mais interessante entre os animais é que às vezes apresenta-se o animal relacionado com tal ou qual característica que mais precisamos desenvolver.

Yahoo!

Um comentário:

  1. Vc acredita em transmimento de pensação? Eu acredito! ''Sorria! Vc está sendo filmado.'' Isso é uma mera preparação para um futuro em que será comum a telepatia. A humanidade tem cinco sentidos comuns, o sexto sentido é variável, todos possuem telepatia ou quiromancia ou magia ou jogam o ira. Vc acredita em duendes? E nos orixás? Eu acredito. Nen adoro ou temo, apenas observo. A comunicação com animais eu atá consigo. Quanto as plantas... vou deixar para próxima encarnação.

    ResponderExcluir